Website
6 Janeiro 2017
12 DESTINOS LOW COST PARA VISITAR EM 2017

Mais um ano começa e há que começar a pensar e programar as viagens que queremos fazer. Sim, porque quem é aventureiro vive assim. Cada feriado, férias e fins-de-semana são oportunidades para partir numa nova aventura.

NÃO EXISTEM COMENTÁRIOS.

Também é sabido que nem sempre há budget para viajar todos os meses, por isso, partilhamos esta lista com 12 destinos low-cost, para que possas viajar de janeiro a dezembro.

JANEIRO – MONTEGO BAY, JAMAICA

1-aga-blog-imagens-interior-do-artigo-jamaica

O Natal já passou e a ideia de neve e lareira dá lugar ao desejo de sol e praia. Queremos fugir ao frio e partir com destino a praias paradisíacas. A nossa sugestão: Montego Bay, na Jamaica, por ser uma cidade que consegue manter nesta altura preços bem razoáveis quando comparadas com outros destinos caribenhos.

O tempo nesta altura é formidável e há ainda uma enorme oferta de desportos aquáticos. A cidade tem um dos aeroportos mais ocupados do Caribe, por isso, é possível conseguir voos diretos e com preços muito competitivos.

FEVEREIRO – MOSCOVO, RÚSSIA

aga-blog-imagens-interior-do-artigo-russia

 

No mês do carnaval os destinos mais baratos são os que oferecem neve, frio e muitas bebidas quentes. A nossa sugestão: Moscovo, na Rússia. É uma cidade cosmopolita e com muita vida.

As cores quentes dos edifícios contrastam com a frieza branca da neve. Um simples passeio pelas ruas pode render grandes fotografias. Não esquecer de visitar locais como a Praça Vermelha e o Kremlin.

MARÇO – VALPARAÍSO, CHILE

aga-blog-imagens-interior-do-artigo-valparaiso

Se queres um mês de março pitoresco e em contacto com uma cultura nova, sugerimos Valparaíso, no Chile. Património Mundial da UNESCO. Este destino oferece tudo: cidade, campo, praia e até mesmo vinhos.

Podes visitar o Museo a Cielo Abierto, um museu de murais ao ar livre. A zona residencial de Concepción com as suas casas coloridas é ótima para passeios. Se queres mais sabor, experimenta a Rota 68 Valparaíso-Santiago, também conhecida como a rota dos vinhos do Vale Casablanca.

 

ABRIL – BRAGA, PORTUGAL

4-aga-blog-imagens-interior-do-artigo-braga

Também temos sugestões para quem gosta de ir para fora cá dentro: Braga, Portugal. Esta cidade nortenha tem o charme das antigas cidades portuguesas e o fervor da energia universitária: um local para os amantes de história e de lugares com história.

Passeia pela cidade e explora as ruas com as lojas tradicionais e pitorescas, os restaurantes com comida deliciosa e os bares com energia jovem. Descobre os encantos desta cidade nortenha portuguesa.

MAIO – DODECANESO, GRÉCIA

5-aga-blog-imagens-interior-do-artigo-kastelorizo

O inverno está distante e o cheiro de verão já paira no ar. Os calções e as t-shirts começam a sair dos armários e já começamos a pensar nas férias grande. Mas, enquanto estas não chegam, podes fazer uma viagem ao Dodecaneso, na Grécia.

As casas de pedra branca são beijadas pelo azul do mar, é este o cenário destas pequenas vilas piscatórias. Composta por 12 ilhas, vais ter muito por onde explorar. Rodes é a maior e a mais conhecida, mas não menosprezes as outras ilhas, podes surpreender-te.

JUNHO – YEREVAN, ARMÉNIA

6-aga-blog-imagens-interior-do-artigo-fountain

O verão já se começa a notar e os destinos de praia estão super concorridos. Foge a este frenesim e descobre uma cidade fascinante. A nossa sugestão: Yerevan, na Arménia.

Para conhecer a cidade apanha os minibuses, este autocarro característico pára nos pontos mais importantes deste destino no sul da Ásia. Aproveita as longas noites de verão nas  esplanadas da cidade cor-de-rosa e aproveita para comeres pizza tradicional arménia, o lamehjun.

JULHO – ESTOCOLMO, SUÉCIA

aga-blog-imagens-interior-do-artigo-royalpalace

Se antes havia dúvidas, agora já só há certezas: o verão está aqui. Se queres um destino para descansar e relaxar da rotina do dia-a-dia, sugerimos Estocolmo, na Suécia.

Com uma grande cultura de café e cafés, vais sentir-te como um local se parares para beber uma bebida quente ou fria e ler um jornal. Aproveita para provar o kardemmumabuller, que em português é algo como: bolo delicioso de canela e cardamomo, uma especialidade sueca.

AGOSTO – LA PAZ, BOLÍVIA

8-aga-blog-imagens-interior-do-artigo-bolivia

Com o verão no pico mais alto as viagens estão com preços mais elevados, mas não te deixes desanimar, há destinos interessantes e com preços super competitivos, como por exemplo a cidade de La Paz, na Bolívia.

Um passeio pelas ruas da cidade é como fazer uma viagem histórica: edifícios com fachadas coloniais, varandas giras e muita arte urbana. Se estás à procura de algo mais cultural a cidade tem museus para visitar: Casa de Pedro Domingo Murillo e o Museo Costumbrista. Se és amante de comida e bebida, La Paz é uma cidade muito barata.

SETEMBRO – IZMIR, TURQUIA

9-aga-blog-imagens-interior-do-artigo-izmir

Se queres conhecer a Turquia, mas não queres gastar tanto dinheiro, sugerimos a cidade de Izmir. Cosmopolita e com uma grande zona balnear, mas bem mais barata que Istambul ou Ancara, é assim este destino, também conhecido como a “Pérola do Egeu”.

Podes visitar a Torre do Relógio e a Mesquita de Konak, passear pelas ruas do centro histórico e desfrutar de bons momentos junto ao mar Egeu. Ah, a vida noturna só acaba amanhã de manhã.

OUTUBRO – CIDADE DO PANAMÁ, PANAMÁ

aga-blog-imagens-interior-do-artigo-panama

Queres escapar ao outono europeu e entrar na onda latina. Que tal uma cidade com uma enorme biodiversidade natural, que é Património Mundial da UNESCO e que te oferece imensas aventuras? Tens de visitar a Cidade do Panamá, no Panamá.

Explora as ruínas históricas da Cidade Velha do Panamá, salta a bordo de um barco e navega pelo canal do Panamá, atravessa a Ponte das Américas que liga as Américas do Norte e do Sul, vê a cidade de cima com um passeio de teleférico…Aventura-te!

NOVEMBRO – SICÍLIA, ITÁLIA

aga-blog-imagens-interior-do-artigo-taormina

Em novembro o tempo frio já pede um bom vinho para relaxar e terminar o dia. Para os amantes desta bebida sugerimos a Sicília, na Itália. Esta cidade pitoresca está repleta de vinícolas familiares.

O Monte Edna é de visita obrigatória. Visita as plantações de uva e aproveita para fazer tasting com alguns dos melhores snacks que este destino oferece, desde anchovas fritas às pipocas de grão-de-bico. Aproveita para visitar todas as vilas existentes.

DEZEMBRO – SOFIA, BULGÁRIA

aga-blog-imagens-interior-do-artigo-sofia

Para os amantes do inverno sugerimos a cidade de Sofia, na Bulgária. A cidade fica linda nesta altura do ano, os edifícios cobertos de neve deixam a cidade mais luminosa. Se quiseres fugir da cidade, podes ir até às montanhas para desfrutar de umas pistas de neve. Ah, podes aproveitar para comprar umas prendas de Natal bem giras.

Recomendamos uma visita à icónica Catedral Alexander Nevsky e uma tarde de patinagem no gelo no Lago Ariana.

 

Quais são os destinos eleitos?

6 Janeiro 2017
DIFERENÇAS CULTURAIS EM NOTAS MUSICAIS

Viajar traz perspetiva. Olhamos para a cultura e os costumes com outros olhos. Quanto mais viajamos, mais observadores nos tornamos. Verdade? E começamos a comparar os hábitos de cada país, especialmente os que mais gostámos ou os que estão mais próximos.

Deixamos uma lista de 5 músicas que falam das diferenças existentes entre países como Portugal, Brasil, Reino Unido, Estados Unidos da América e Porto Rico.

NÃO EXISTEM COMENTÁRIOS.

São as diferenças entre os vários países que nos fazem querer viajar mais, para mais destinos e somar mais experiências. E há sempre aquela música especial, que marcou a viagem ou que nos faz lembrar o país que visitámos. Por falar dele ou por transmitir a cultura que nele vivemos.Vamos agora ouvir músicas…

1. LISBOA NÃO SEJAS FRANCESA

AMÁLIA RODRIGUES

O que é nacional é bom! E quem o diz é a Amália (Rodrigues). Neste fado, Amália defende a cidade de Lisboa face às influências francesas. E como diz o nosso ícone nacional “Lisboa não sejas francesa / Tu és portuguesa / Tu és só para nós”.

2. LET’S CALL THE ALL THING OFF

ELLA FITZGERALD & LOUIS ARMSTRONG

Já sabemos que o inglês é uma língua universal. No entanto, cada país tem um sotaque diferente e é sobre isto que esta música se dedica: na diferença de sotaque entre o inglês britânico e americano. Ao longo da canção são enumeradas diversas palavras e a forma como são pronunciadas por Norte-Americanos e Britânicos. Uma música leve e divertida. Excelente para treinar a pronunciação.

 

3. GARÇONETE DA CASA DE FADOS

DEOLINDA

Neste tema de Deolinda é feita uma comparação entre a melancolia do fado português versus a alegria do samba brasileiro. A música conta a história de uma “garçonete” brasileira que trabalha numa casa de fados e que, de vez em quando, invade o palco e traz mais dinâmica ao fado. A música é engraçada e bem animada. Quem não conhece, faça o favor de ouvir.

 

4.  AMERICA

WEST SIDE STORY

 

Uma música divertida e com muito accent. Fala das diferenças e das dificuldades sentidas pelos latinos nos Estados Unidos durante a década de 1950/1960. Através do humor e da ironia, homens e mulheres discutem sobre as vantagens e desvantagens de serem emigrantes na terra do Tio Sam.

 

5. ENGLISHMAN IN NEW YORK

STING

Um clássico! Englishman in New York é uma verdadeira ode às diferenças culturais existentes entre dois países irmãos: Reino Unido e Estados Unidos da América. No tema, Sting destaca duas grandes distinções: chá versus café e a questão do sotaque.

Depois disto, vamos viajar?

27 Dezembro 2016
UM 2016 MARCADO POR AVENTURAS

Se no início de 2016 me dissessem que ia terminar 2017 sem ter os pés no chão...

Não ia acreditar. Não mesmo. Sou daquelas pessoas que tem pavor a tudo o que seja alturas – apesar de andar sempre com a cabeça nas nuvens – e andar de paramotor não era, certamente, um dos desejos para este ano. No entanto, acho que a vida lá mexe os seus cordelinhos e faz com que as coisas aconteçam quando assim tem que ser

NÃO EXISTEM COMENTÁRIOS.

Queria surpreender o meu namorado, pois já estava farta de oferecer coisas mais banais. Então pensei, pesquisei e voltei a pensar, quando me aparece a ideia de lhe oferecer uma viagem em paramotor. Sim, ele ao contrário de mim é todo aventureiro, dado às coisas em alturas – já saltou dos 5 mil metros em para-quedas. Na hora de comprar a experiência lembrei-me: “Porquê não tentar também?”. E, assim fiz, comprei 2 viagens em paramotor sob a cidade de Águeda.

Depois de pagas as viagens, andei uns 15 dias a tentar guardar o segredo mas também a digerir a ideia do que tinha feito. No dia 10 dezembro – dia do aniversário dele – quando lhe entreguei a prenda: a alegria nos olhos do meu namorado eram evidentes enquanto o meu estômago andava às voltas. E no dia seguinte partimos em direção ao aeródromo de Águeda.

Ele foi primeiro que eu – confesso que estava ansiosa, medrosa e mais uns quantos sentimentos, todos ao mesmo tempo – e eu fiquei, em terra, a tentar aliviar a pressão. A viagem demorou uma hora a fazer e pareceu-me tão comprida. Assim que ele aterrou pude ver nos olhos dele: tinha adorado e estava super feliz, isso deixou-me um bocadinho mais aliviada. Mas, a seguir era eu!

Assim que me sentei no aparelho só pensei assim: “não vou dar a parte fraca” e sorri para o meu namorado que me tirou uma fotografia. O motor ligou-se e as minhas pernas tremiam. O paramotor arrancou! Mal levantou do chão senti o estômago chegar à boca. Sentimento esse que durou por apenas 5 segundos. A partir dali tenho que vos contar que foi a melhor experiência deste ano…

Senti-me completamente livre. O paramotor não voa até altitudes muito altas, nem seria bom, porque assim perdia-se a piada de vermos do ar o que se passa por baixo de nós. A viagem teve como destino as praias de Aveiro, passámos por cima do estádio do Beira-Mar e tive uma vista aérea das salinas de Aveiro (para mim a melhor vista do percurso). Tudo isto enquanto sorria. Lembro-me de ir sempre a sorrir pois o sentimento de liberdade que sentia foi indiscritível. Uma hora de viagem que passou tão rápido, graças também ao condutor do paramotor que me ia contando histórias sobre as terras por onde passávamos.

Hoje, tenho a certeza de que quero repetir a experiência de voar, de não ter os pés no chão, de me sentir um passarinho. Próxima experiência: saltar de para-quedas! Será um dos desejos que vou pedir quando à meia-noite do dia 31 de Dezembro comer as 12 passas!

Ah! Podem esperar porque também vou partilhar esta aventura no Aventura-te!

 

Catarina Oliveira, Leria.
Apaixonada pela vida, pela fotografia e pelo Filipe.
Jornalista de profissão e Fotógrafa de paixão.
Inst@catarina.oliveira.21

Aventura-te é o blogue de viagens e muito mais da Allianz Global Assistance. Porque a vida é uma aventura, poderás encontrar neste blogue várias informações de destinos de viagem, momentos recheados de humor e muita comida à mistura.
Junta-te a nós e parte nesta aventura!

encontra-te
Segue o nosso blog para teres
10% de desconto
em qualquer seguro de viagens